sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Eu não tenho filho preferido!!!

E se te perguntassem se tens um filho preferido, o que responderias? Possivelmente a resposta politicamente correta: é inadmissível existir um filho preferido. Mas, dando a volta à questão, se te perguntassem se existe algum filho com o qual mais te identificas? Se calhar já haveria outro tipo de resposta... Ou então não!!
Estas e outras questões estão no livro O Filho Preferido (editora Pactor), escrito pelas psicólogas Fátima Almeida (que fala, em entrevista, ao Observador) e Laura Alho.
Uma coisa sei, quem tem um filho único, tem um filho preferido, sem dúvida... agora eu que tenho três posso preferir uma característica de um e/ou outra de outro mas não consigo dizer que tenho um filho preferido!!!!